sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Lembrando os anos 2000



Páscoa, calor e pouca ventilação

Páscoa, calor, pouca ventilação e mais um show do Mukeka di Rato no domingo. Mas, desta vez, a apresentação aconteceu no União Palmeiras e, em um Festival, batizado d’Os Reis do Yeah Yeah Yeah. O evento teve apenas uma edição. No sábado, subiram ao palco os grupos Flatcat, da Bélgica; os dinossauros do Anões de Jardim, de Curitiba; o Reffer, de Belo Horizonte (BH); o Shed, de São Paulo, e a lendária Sanchez’, de Joinville.

No domingo, os reis do hardcore tosco – denominação bastante utilizada na época – se apresentaram para um público médio, mas muito entusiasmado. Porém, antes do Mukeka di Rato, o Medíocres, o Butt Spencer e Os Carademarte fizeram as honras da casa. E, para fechar as atrações de domingo, o A-OK, de Curitiba, estava entre os convidados.

Leia abaixo um trecho da matéria publicada no caderno Anexo, de A Notícia, no dia 29 de março de 2002:

"...Em Joinville, o festival Os Reis do Yeah, Yeah, Yeah! vai reunir, sábado e domingo, na Sociedade Palmeiras, nove bandas de todo o País e a belga Flatcat, que faz um hardcore pesado e melódico e acaba de ter seu disco de estréia lançado no Brasil. O Flatcat toca no sábado, junto com Anões de Jardim (Curitiba), ReFFer (Belo Horizonte), Shed (São Paulo) e Sanchez (Joinville). No domingo, as grandes atrações são Mukeka di Rato, de Vila Velha (ES), e o local Butt Spencer. AOK (Curitiba), Medíocres e Os Carademarte (Joinville) completam a escalação do dia..."


Osni Junior, vocalista d'Os Carademarte, em momento de gritaria; no fundo, Antônio Sebastião, concentrado na guitarra


O baterista d'Os Carademarte, Roque Feres, 'batendo' e berrando


Bebê (vocal), de costas, e Paulista (guitarra), contagiam o público


Público 'pogando' na terra da desgraça

2 comentários:

Rafael disse...

Deu trabalho essa porra e ainda tomamos no rabo. hhehe

vgollnick disse...

Desgraça na caveira!!!!!